O mercado da construção civil é muito dinâmico e as novidades não param. De fato, o profissional que está bem informado e treinado está sempre à frente no mercado competitivo da construção. Por isso, separamos 6 tendências da engenharia civil para os próximos anos para você acompanhar e se atualizar.

 

Retomada de crescimento da economia

O Índice de Confiança da Construção (ICST) medido pelo FGV/Ibre terminou 2019 com um aumento de 3,3 pontos, em suma, alcançando o maior nível desde junho de 2014. Por isso, os especialistas do Ibre indicam que esse aumento significa que o ciclo de cinco anos de retração na construção civil está chegando ao fim. Ou seja, 2020 é o início de uma nova década que promete!

 

Realidade aumentada / BIM

BIM – Building Information Technology é o novo conceito de modelagem e projetos de construção que utiliza a tecnologia para compatibilizar projetos. Portanto, o BIM integra as fases de um empreendimento, desde projeto até a execução, permitindo um alto nível de detalhamento e projeção. Assim como a revolução das ferramentas CAD aposentou a mesa de desenho, as ferramentas BIM devem tomar conta do mercado tecnológico para construção, tanto para engenharia civil quanto elétrica, sanitária e outras.

Igualmente como o BIM, a Realidade Aumentada (RA) é uma tendência para construção civil que tem se tornado realidade. Através da RA é possível passear dentro de um modelo de um empreendimento, permitindo assim, inspecionar os projetos em busca de erros e ajuda nas vendas na hora de mostrar para o cliente como será o resultado.

 

Construção pré-moldada na engenharia civil

Conforme o barateamento e as novas variedades de construção pré-moldada chegam com força para os próximos anos, é possível, afinal, agilizar os processos e construir de forma mais rápida independentemente de onde esteja localizado o empreendimento.

 

Concreto auto-regenerativo

Inegavelmente o concreto é um dos insumos mais utilizados na construção civil, e passou por algumas poucas mudanças ao longo dos anos, já que nos últimos anos, a qualidade dos materiais e aditivos melhorou tanto que se tornou possível a utilização de concreto de melhor resistência mantendo o mesmo orçamento. A tendência é que nos próximos anos a resistência comumente utilizada para o concreto aumente sem que isso tenha impacto nos custos.

Para melhorar a vida útil do concreto, que hoje gira em torno de 50 anos, pesquisadores da Universidade de Delft, na Holanda, têm trabalhado no desenvolvimento do bioconcreto, um concreto auto-regenerativo. O concreto auto-regenerativo recebe bactérias resistentes na sua mistura, assim como o alimento para esses micro-organismos. Então, quando o concreto sofre alguma rachadura ou é exposto, as bactérias acordam e preenchem as rachaduras, fazendo com que o concreto se auto-regenere.

 

Inteligência artificial

A inteligência artificial na construção pode ser aplicada principalmente ao tornar os dados mais inteligentes por meio da coleta de informações e processamento para que os gerentes possam ter uma visão estratégica de seus negócios. Além disso, é possível fiscalizar normas de segurança e equipamentos por meio da inteligência artificial, identificando de forma automática os desvios que ocorrerem.

 

Internet das Coisas (IoT)

A Internet das Coisas (IoT) afeta a construção em vários níveis. Um deles é o planejamento da tecnologia presente em cada unidade entregue de um empreendimento, como a automação da iluminação, sensores de movimento, controles automáticos de temperatura, de portaria, entre outros. As casas estão se tornando cada vez mais inteligentes. Além disso, a IoT pode ajudar as empresas da construção no controle de estoques, gerenciamento de equipamentos, monitoramento do uso de combustíveis, entre outros. As ferramentas BIM e AR entram nesse grande leque da revolução da Indústria 4.0, que consiste em conectar, cada vez mais, os processos desenvolvidos pelo seu negócio.

 

A inovação deve chegar com força na construção civil nos próximos anos! Fique sempre atento às inovações na engenharia civil para se atualizar conforme elas acontecem. Você não quer ficar para trás, não é mesmo?

Voltar