1. Estabeleça um planejamento completo para o orçamento da construção

A ocorrência de imprevistos é comum no segmento da construção civil dada a dependência de fornecedores de insumos, maquinários e mão-de-obra terceirizada, além de questões como tempo e logística. Ao organizar cada etapa, a construtora tem maior facilidade para adquirir os equipamentos, materiais e trabalhadores de acordo com suas necessidades. Evitando custos excessivos ou não previstos no orçamento para construção.

Confira alguns pontos fundamentais que devem ser contemplados no seu planejamento:

  • Custo total de locação de equipamentos;
  • Valores e períodos para rotinas de manutenção;
  • Tendências gerais de custos;
  • Fatores que possam gerar atrasos;
  • Comparativos sazonais de gastos;
  • Orçamento total e possíveis variações;
  • Linha do tempo de execução;
  • Registro e análise em graus de detalhamento.

Conciliando esses aspectos, é possível obter um cronograma completo da obra, abordando desde as fases gerais até os serviços específicos.

  1. Integre as operações financeiras do canteiro de obras ao seu escritório

É importante que no cronograma seja especificado pelos gestores de caixa o valor exato a ser gasto e em que momento aquele recurso será aplicado. Isso se mostra útil à construtora tanto no compliance, que é fundamental para as empresas cultivarem a transparência, quanto para evitar gastos desnecessários, como empréstimos em bancos, fatores que podem elevar o custo final da obra.

Para que o orçamento para construção tenha êxito ao prever todos os aspectos financeiros na administração de uma obra, é de extrema importância que a comunicação do escritório seja integrada à gestão do canteiro. Esse tipo de cuidado faz com que todo o desenrolar do planejamento ocorra em tempo real, sem que prazos ou recursos sejam desperdiçados.

  1. Realize uma análise de riscos

Antes de fechar o contrato é necessário pensar de forma cuidadosa sobre os impactos que se originam de eventuais atrasos, sejam eles de responsabilidade interna ou externa.

Sendo assim, contornar problemas gerados por inadimplências, prever aditivos contratuais e até estabelecer um plano para a gestão de crises são atitudes que fazem toda a diferença ao assegurar a rentabilidade necessária em um orçamento para construção.

  1. Acompanhe e registre cada detalhe da execução

Além dos gastos, assegure-se de que o seu cronograma também demonstra uma linha do tempo, contendo todas as etapas envolvidas na obra. A fim de que os gestores verifiquem rapidamente quais processos continuam em operação ou já foram concluídos.

Além disso, o engenheiro deve acompanhar a obra constantemente. Fazendo visitas a fim de avaliar metas de serviços, gerar relatórios e medir os custos previstos no orçamento de construção.

 

Como você pode perceber, assegurar uma boa gestão financeira para o canteiro de obras é, acima de tudo, conhecer a fundo seus aspectos e demandas. A fim de tomar as decisões certas quando necessário e garantir a lucratividade dos negócios, mesmo em eventuais situações que fujam do previsto.

Gostou das dicas? Então continue acompanhando nossos conteúdos!

Voltar